Skip to main content

 

 

Campos Temáticos

Conheça os Campos Temáticos do Programa

 Os campos temáticos aqui apresentados derivam do desdobramento das duas grandes linhas de pesquisa do Programa – Ordenamento Territorial Urbano Regional e Ordenamento Territorial Ambiental. Cada campo reúne um conjunto de eixos temáticos, reflexões teórico-conceituais e abordagens privilegiadas no Programa, que se traduzem, no nosso cotidiano, em espaços de diálogo (laboratórios, núcleos de estudos e pesquisas, seminários e reuniões diversas) e em diversificadas atividades para trocas entre docentes e discentes.

Tais campos fazem parte da nossa convivência espontânea e se organizam, portanto, segundo as afinidades temáticas e teórico-metodológicas dos docentes envolvidos: 


Linha de Pesquisa: Ordenamento Territorial Urbano Regional 
 
Campo Temático Produção do Espaço Urbano
 
Ementa: Neste campo temático inscreve-se um conjunto de abordagens envolvendo a produção social do urbano e da urbanização em suas multiplicidades geográficas. Trata-se da elaboração e comunicação do conhecimento que abriga vários aportes conceituais (espaço, território, paisagem, lugar) de diferentes processos em escalas plurais (mundial, metropolitana, e local), em diversas esferas de reprodução social (dos meios de produção, da sociedade e do cotidiano), que resultam em distintos modos de ordenamento (político, econômico, cultural etc), de produção socioespacial da cidade, do urbano, da urbanização através da ação de atores sociais, da atuação do Estado e de seus agentes nesses processos.
 
Docentes envolvidos:
Daniel Sanfelici
Ester Limonad
Flávia Elaine da Silva Martins
José Carlos Milléo
Jorge Luiz Barbosa
Lucelinda Schramm Corrêa
Marcio Pinon de Oliveira
 
Campo Temático Organização Territorial do Espaço Brasileiro
 

Ementa: Inscrevem-se nesse campo temáticos fundamentos ontoepistemológicos e teórico-metodológicos da organização geográfica das sociedades no tempo; eixos e lugares da organização paisagístico-territorial da terra e do homem na formação espacial brasileira. Essa perspectiva se estende às mudanças sociais relacionadas ao espaço e suas populações, mais precisamente, na configuração de suas relações recíprocas e formas de avaliá-las, assim como o arsenal teórico e metodológico, tradicional e inovador, de análise da população mediante o viés espacial. Incluem-se nesta perspectiva: o arcabouço teórico e metodológico das políticas públicas aplicadas ao território, suas implicações socioespaciais e ambientais; os pactos políticos e seus rebatimentos espaciais no campo e na cidade brasileira; o "arquipélago": campos, cidades e produção industrial; as políticas territoriais e as concepções sobre a organização territorial; e a modernização acelerada como mecanismo de integração econômica do país, assim como o espaço brasileiro contemporâneo no contexto da integração competitiva.

Docentes envolvidos:

Carlos Alberto Franco da Silva
Cristina Pessanha Mary

Ester Limonad

Lucelinda Schramm Corrêa

Jacob Binsztok
José Carlos Milléo

Ruy Moreira

Sérgio Luiz Nunes Pereira

Campo Temático Território, Política e Movimentos Sociais

Ementa: Nas últimas décadas, o conceito de território tem assumido uma dupla centralidade/visibilidade: uma centralidade analítica (epistemológica e teórica) e uma centralidade empírica (histórica e política). No campo do pensamento, torna-se uma categoria central na Geografia e também em outras áreas das ciências sociais, sendo mobilizada para explicar uma ampla diversidade de fenômenos sócio-espaciais. Como categoria da prática, o conceito foi incorporado pelo Estado nas diferentes esferas de ação/intervenção do poder estatal por meio das políticas públicas e também no planejamento estratégico das corporações capitalistas. Em outra perspectiva, mais vinculada às formas de organização da sociedade civil, em especial aos movimentos sociais, o conceito tem sido operado como um dispositivo de agenciamento político, em especial, no contexto latino-americano, em que essa categoria é uma espécie de catalisador das energias emancipatórias na luta por direitos e por justiça. A força explicativa e mobilizadora do território como uma categoria de análise e como categoria da prática é aqui valorizada na sua capacidade de oferecer uma leitura da geograficidade das relações sociais pelo ângulo da política em sentido amplo (política-economia, política-natureza, política-direito, política-cultura, política-técnica, política-representação etc.). Desse modo, este campo temático abarca estudos e pesquisas voltados para a compreensão da geograficidade das relações que se estabelecem entre território e política em suas múltiplas escalas, dimensões e configurações socioespaciais, dentre elas os movimentos sociais e sua cartografia.

Docentes envolvidos:
Carlos Walter Porto Gonçalves
Cristina Pessanha Mary
Juliana Nunes Rodrigues
Ivaldo Gonçalves de Lima
Rogério Haesbaert da Costa
Valter do Carmo Cruz

 Linha de Pesquisa: Ordenamento Territorial Ambiental

 Campo Temático Conservação e Ordenamento Físico Ambiental

Ementa: As históricas e sucessivas intervenções sobre as paisagens naturais vêm contribuindo significativamente para modificação das características físicas do ambiente, além dos impactos sobre a bio e sociodiversidade. O campo temático em foco tem como objetivo avaliar essas mudanças e os mecanismos de proteção ambiental, tanto do ponto de vista legal (políticas públicas) quanto informal (movimentos da sociedade organizada). No plano mais específico dos estudos são considerados os temas do Planejamento e Gestão de Áreas Protegidas; Ecologia; Climatologia; Meteorologia; Poluição Atmosférica; Geomorfologia Fluvial; Hidrogeografia; Manejo, Gerenciamento e Modelagem de Bacias Hidrográficas e Aéreas.

Docentes envolvidos:

Flávio Rodrigues do Nascimento

Jorge Luiz Fernandes de Oliveira

Luiz RenatoVallejo

Reiner Olíbano Rosas

Rita de Cássia Martins Montezuma

Sandra Baptista da Cunha

 

Campo Temático Dinâmica e Evolução da Paisagem

Ementa: Os fenômenos naturais e aqueles relacionados à sociedade são marcados por mudanças que são facilmente detectados na paisagem. No âmbito desta perspectiva, o Campo Temático de Dinâmica e Evolução da Paisagem tem como objetivo apresentar um quadro coerente desta evolução, levando-se em consideração a detecção de mudanças em diferentes escalas espaço-temporais. Desta forma estudos que pretendam identificar quadros evolutivos desde o Quaternário até fenômenos recentes, a partir de ferramentas de sensoriamento remoto, datação, biogeoquímica e modelagem física, tem neste campo temático seu lugar de diálogo, troca acadêmica e produção de conhecimento. As áreas de estudo dos professores relacionados a este campo temático, portanto, dizem respeito a um espectro bastante variado de objetos e vão desde ambientes glaciais e sub-glaciais a ambientes amazônicos, passando por litorais dominados por ondas e ambientes de serras e montanhas. Num período de incertezas nas mudanças da paisagem para as próximas décadas, dada a incidência de fenômenos numa extensão planetária, a discussão de dinâmica da paisagem é de importância fundamental.

Docentes envolvidos:

FlávioRodriguesdoNascimento                                                                            Guilherme Borges Fernandez
Raúl Sánchez Vicens
Carla Maciel Salgado
Humberto Marotta Ribeiro
Rosemary Vieira
Reiner Olíbano Rosas
Sandra Baptista da Cunha

***Um docente pode pertencer a mais de um campo temático de acordo com o grau de diversidade e interdisciplinaridade dos conteúdos dos projetos de pesquisas desenvolvidos.