Skip to main content

 

 

Linhas de Pesquisa

A área de concentração em Ordenamento Territorial encontra-se estruturada em duas grandes linhas de pesquisa, a saber:

  • Ordenamento territorial urbano-regional
  • Ordenamento territorial ambiental

A linha de pesquisa em Ordenamento Territorial Urbano-Regional se propõe a conjugar a análise regional e urbana, a reflexão sobre as implicações espaciais, sociais, econômicas e políticas suscitadas pela reestruturação territorial da técnica, do trabalho social e dos processos político-culturais, uma vez que os novos padrões de organização econômica (privada e estatal), a emergência de novas tecnologias e formas de comunicação contribuem para a formação de novas e complexas redes e configurações territoriais. Entendendo-se por “regional” a inclusão de uma discussão atualizada a respeito dos recortes espaciais da complexa territorialização em curso.

A linha de pesquisa em Ordenamento Territorial Ambiental se propõe a fornecer um instrumental teórico e prático de forma a articular a análise física dos impactos ambientais à sua dimensão social em diferentes escalas, incorporando a questão política (em termos territoriais) à investigacão acadêmica.

Nesse sentido, ambas linhas de pesquisa suprirão uma demanda para a formação e capacitação de profissionais habilitados a analisar e lidar com tais transformações através de uma abordagem integradora e interdisciplinar sem abrir mão de uma interpretacão da geograficidade dos processos sociais.

Estas duas grandes linhas de pesquisa, nos seus detalhamentos, desdobram-se em 5 (cinco) Campos Temáticos, que expressam com maior precisão os temas de pesquisas e abordagens desenvolvidos pelos docentes do Programa, em um diálogo interno e desse com a sociedade e as ciências em geral.